Polícia Militar persegue e prende "mula" do tráfico em Bataguassu

O homem foi flagrado em um posto de combustíveis com a motocicleta recheada de entorpecentes

09/07/2024 às 18h45 Atualizada em 11/07/2024 às 09h20
Por: Elenize Oliveira Fonte: Redação Cenário MS
Compartilhe:
Edilson, de 58 anos, foi preso em flagrante pela Polícia Militar - Foto: PMMS
Edilson, de 58 anos, foi preso em flagrante pela Polícia Militar - Foto: PMMS

No início da tarde desta terça-feira, dia 9, a guarnição da Polícia Militar em Bataguassu prendeu, durante abordagem, um homem de 58 anos  identificado como Edilson, que transportava drogas numa motocicleta.

A droga estava escondida em um compartimento preparado no chassi da moto - Foto: PMMS

Os policiais realizavam rondas pelas proximidades de um posto de combustíveis, quando se depararam com uma motocicleta Honda CG 150 com placa de Paranhos/MS. Ao avistar a  viatura, o condutor saiu rapidamente do posto e adentrou a BR-267, sentido a cidade de Presidente Epitácio. A Polícia Miliatr informou que o motociclista demonstrou desconforto e nervosismo ao perceber a presença da viatura policial, acelerando ainda mais, à medida que a viatura se aproximava.

Foi realizada a abordagem, sendo constatados que tanto a CNH do condutor, quanto a documentação do veículo estavam vencidas. Durante os procedimentos, os policiais constataram ainda, que a motocicleta pertencia a um indivíduo com diversos registros criminais, inclusive tráfico de drogas. Ao ser questionado, o condutor confessou que recebeu a moto desse outro indivíduo, na cidade de Naviraí/MS,  onde mora, bem como tinha conhecimento de que havia drogas escondidas na carenagem.

Continua após a publicidade

Após uma busca minuciosa, foram encontrados, dentro de um compartimento preparado no chassi da moto, 29 invólucros de haxixe e 01pacote de Skank, que após pesados totalizaram 6, 634 kg de drogas.

Depois de localizados os entorpecentes, o homem confessou que foi contratado como mula (pessoa usada por traficantes para transportar a droga por fronteiras policiadas) e receberia R$ 2 mil para levar a moto até a cidade de Rancharia, no interior de São Paulo.

Continua após a publicidade

Edilson foi preso em flagrante e apresentado à Delegacia de Polícia Civil de Bataguassu, onde permanece à disposição da Justiça. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,55 -0,88%
Euro
R$ 6,05 -0,89%
Peso Argentino
R$ 0,01 -1,71%
Bitcoin
R$ 397,005,52 +0,15%
Ibovespa
128,096,86 pts 0.38%
Publicidade
Lenium - Criar site de notícias