Polícia Civil desarticula esquema de furtos em caminhões e prende três pessoas em Bataguassu

Duas mulheres, proprietárias de um comércio de sucatas foram autuadas por receptação

07/07/2024 às 10h50 Atualizada em 08/07/2024 às 10h53
Por: Elenize Oliveira Fonte: Redação Cenário MS
Compartilhe:
Foto: Reprodução/Polícia Civil - MS
Foto: Reprodução/Polícia Civil - MS

A Polícia Civil de Bataguassu, realizou a prisão de três envolvidos em uma série de crimes contra o patrimônio. As prisões de um homem e duas mulheres ocorreram no dia 04/07. 

Segundo apurado, na madrugada do dia 03/07, a equipe da Seção de Investigações Gerais (SIG), da Delegacia de Bataguassu, foi informada sobre furtos em caminhões de transporte de bovinos, na cidade. O autor dos delitos retirava os fios dos instrumentos de choque dos veículos com a intenção de vendê-los.

Em nota, a Polícia Civil informou que realizou investigacies a fim de identifcar os envolvidos. A ação culminou na captura de um homem de 20 anos, identificado apenas pelas iniciais W.O.C., que segundo registros, confessou os furtos e revelou o local onde os itens subtraídos haviam sido vendidos. Os investigadores seguiram as indicações do indivíduo e chegaram a um comércio de sucatas licalizado no Bairro São Francisco,  próximo à rodovia de acesso à Anaurilândia, onde encontraram os cabos furtados.

Continua após a publicidade

As proprietárias do estabelecimento, duas mulheres, que a polícia identificou como J.A.S., de 24 anos e L.S.F.L., de 27 anos, alegaram ter adquirido os itens durante a madrugada e afirmaram desconhecer sua procedência ilícita. No entanto, diante das circunstâncias dos fatos, da pessoa que lhes vendeu os objetos e da natureza dos itens, os policiais encontraram fortes indícios de crime de receptação.

Como resultado, o homem foi preso em flagrante por furto, e as duas mulheres, proprietárias do comércio de sucatas, por receptação. O homem de 20 anos já estava sendo investigado por outros crimes similares. Ele estava em liberdade provisória após ter sido preso em flagrante há poucas semanas. Com a nova prisão, ele responderá ao processo preso.

Continua após a publicidade

Os objetos recuperados serão devolvidos às vítimas. A Polícia Civil informou ainda que o inquérito policial será concluído no prazo legal, sendo encaminhado ao Poder Judiciário e ao Ministério Público.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,56 -0,79%
Euro
R$ 6,04 -0,91%
Peso Argentino
R$ 0,01 -1,65%
Bitcoin
R$ 395,299,00 -0,36%
Ibovespa
127,920,99 pts 0.24%
Publicidade
Lenium - Criar site de notícias