Polícia Civil deflagra operação contra pedofilia, prende autor e apreende mais de 100GB de material pornográfico

Foram cumpridos mandados de busca e apreensão e prisão preventiva

15/09/2023 às 10h37 Atualizada em 15/09/2023 às 11h11
Por: Redação Cenário MS Fonte: Polícia Civil
Compartilhe:
A ação da Polícia Civil de MS, ainda contou com apoio da Polícia Civil do Paraná - Foto: Reprodução/Polícia Civil - MS
A ação da Polícia Civil de MS, ainda contou com apoio da Polícia Civil do Paraná - Foto: Reprodução/Polícia Civil - MS

Na manhã desta quarta-feira (13) a Polícia Civil do Estado de Mato Grosso do Sul, por intermédio das delegacias de Mundo Novo e Eldorado, deflagrou operação de combate à pedofilia e crimes relacionados. Foram cumpridos mandados de busca e apreensão e prisão preventiva contra um suspeito de 30 anos na cidade de Maringá-PR.

A ação ainda contou com apoio da Polícia Civil do Paraná. Durante o cumprimento da busca e apreensão na residência do suspeito, foram aprendidos mais de 100GB de materiais pornográficos, armazenados em celulares e “pendrives”. Centenas de vítimas de várias idades, dentre elas adolescentes, foram identificadas.

As investigações tiveram início há aproximadamente dez meses, quando o pai de um adolescente procurou a delegacia de Mundo Novo denunciando que seu filho estava sendo vítima de extorsões de cunho sexual.
Apurou-se que o suspeito aliciava as vítimas através das redes sociais, oportunidade em que se utilizando de um perfil falso feminino, solicitava fotos de conteúdo pornográfico das vítimas, na maioria homens entre 13 e 30 anos.

Continua após a publicidade

Após obter as imagens, o criminoso revelava que não era uma mulher e exigia novas imagens de cunho sexual, sob ameaça de divulgar as imagens que já possuía na internet e principalmente para familiares e amigos das pessoas enganadas por ele. A investigação ainda apurou que o autor já residiu na região e conhecia a maioria dos aliciados.

O delegado responsável pelas investigações indiciou o homem inicialmente pelos crimes de armazenamento de pornografia infantil (art. 241-B do ECA) e estupro de vulnerável (art. 217-A do Código Penal) e representou pela busca e apreensão e prisão preventiva do investigado que foram deferidas pela 2ªVara Criminal de Mundo Novo.

Continua após a publicidade

O suspeito foi preso em seu apartamento, na cidade de Maringá e encaminhado à cadeia pública daquela cidade, onde permanece à disposição da justiça.

 
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,55 -0,88%
Euro
R$ 6,05 -0,89%
Peso Argentino
R$ 0,01 -1,71%
Bitcoin
R$ 397,005,52 +0,15%
Ibovespa
128,096,86 pts 0.38%
Publicidade
Lenium - Criar site de notícias